Fastest-Pesquisa-Neuromarketing-logo.png

Um corpo humano do sexo masculino e feminino são diferentes...

mas e o cérebro?

 

Fisicamente falando, o cérebro do homem é um pouco mais pesado do que o da mulher em razão do próprio peso corporal diferenciado. No entanto isso não reflete, a princípio, nenhum tipo de vantagem ou desvantagem.

Algumas áreas localizadas no cérebro são ativadas de forma diferente em ambos os sexos e inclusive apresentam diferenças de tamanho. O hipocampo, área relacionada à importantes funções como a memória por exemplo, geralmente, é maior nas mulheres. A amígdala, região relacionada com a agressividade é maior nos homens. Essas diferenças podem ser atribuídas às diferentes concentrações de receptores de hormônios masculinos e femininos nessas estruturas.

O cérebro feminino tem fluxo sanguíneo e proporção de substância cinzenta mais avantajados. Elas têm ainda uma maior densidade de neurônios nas regiões temporais associadas à linguagem. Meninos são melhores para se orientar no espaço enquanto as meninas têm uma maior pulsão social. Isso pode explicar por que elas apresentam mais facilidade em expressar a inteligência emocional e interpessoal enquanto os homens são mais diretos e racionais.

 

A diferença entre o cérebro dos dois gêneros tem raízes evolutivas. Durante o desenvolvimento dos seres humanos, como o homem era o caçador, desenvolveu um cérebro com habilidades manuais, visuais e coordenação para construir ferramentas. Por isso, um cérebro masculino tem mais habilidades funcionais.

As mulheres, por outro lado, preparavam os alimentos e cuidavam dos mais novos. Elas tinham que entender os bebês, ler sua linguagem corporal e ajudá-los a sobreviver. Elas também tinham que se relacionar com as outras mulheres do grupo e dependiam disso para sobreviver na comunidade e, por isso, desenvolveram um cérebro mais social. Os homens, por sua vez, lidavam com um grupo de caçadores, não precisavam tanto um do outro e se comunicavam menos, apenas com sinais.

Tudo começa precocemente, desde a concepção e a formação do cérebro, ainda dentro do útero. Grande parte dessas diferenças se deve ao hormônio testosterona liberado pelos testículos do próprio feto na gestação. O cérebro masculino vai se moldando e se desenvolvendo de uma forma distinta do feminino quando um bebê ainda não sofreu nenhuma exposição a qualquer tipo de influência social.

Os homens têm mais conexões dentro de cada hemisfério cerebral e menos conexões entre os dois lados do cerebelo – estrutura responsável principalmente pela coordenação motora. Já nas mulheres o padrão é o inverso. Homens e mulheres têm a mesma inteligência em potencial, mas habilidades diferentes.